Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

A DINÂMICA DA ECONOMIA RELACIONADA A IMÓVEIS DE USO PELAS EMPRESAS

O aumento das operações de e_Commerce, e de comércio eletrônico em geral, fruto da aceleração na mudança de perfil do consumidor, e investimento de empresas que já atuavam na área e de outras, conhecidas varejistas de loja física, ou, de rua, que foram forçadas a atuar no mercado de vendas por meios eletrônicos tendo em vista a pandemia, fez com que a demanda por galpões, chamados de galpões industriais, apresenta-se aumento significativo, principalmente no terceiro trimestre de 2020.


A procura para locação desses espaços tem toda a retaguarda de planejamento estratégico das empresas, inclusive no que envolve tratar a ocupação do mesmo como OPEX ou CAPEX no controle de investimentos voltados as suas operações.


A localização das áreas, também são suportadas de visão explorada em plano operacional bem detalhado, quanto a redução de custos logísticos relacionados a transporte no fornecimento e entrega de mercadorias aos consumidores.


Interessante a dinâmica da economia que no momento atual indica, por parte das empresas, o não interesse em determinados tipos de imóveis tendo em vista o trabalho “home office”, e por outo lado, apresenta demanda considerável relacionada a imóveis vinculados a armazenagem e distribuição de produtos.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CUIDADOS QUE AS EMPRESAS DEVEM TER PARA 2022

Segue matéria do Grupo Bahia Associados, publicado no Site Contábeis, comentando e apontando cuidados que as empresas devem ter em 2022 para manter um bom planejamento econômico e financeiro de suas o

DISPOSIÇÕES DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA

Em nossos informativos de 11, 16 e 29 de novembro de 2021 tratamos do Decreto de numero 10854/21 que teve como proposta trazer novas disposições a legislação trabalhista. Uma dessas alterações relacio

INFLAÇÃO ACIMA DA META

As justificativas do Banco Central para o encerramento de 2021 com a inflação em 10,06%, ou seja, acima da meta que era de 3,75% com tolerância de 1,5 ponto percentual, esta relacionada aos preços das