Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

AGENCIA NACIONAL DE PETRÓLEO (ANP) _ ALTERAÇÕES REVENDA DE COMBUSTÍVEL

A Agencia Nacional de Petróleo (ANP) aprovou mudanças interessantes relacionadas ao mercado de fornecimento de combustíveis, com o objetivo de que essas mudanças possam aumentar a eficiência desse mercado. Pontos que chamaram atenção nas alterações tem relação com a tutela de fidelidade à bandeira utilizada pelo posto revendedor e o delivery de combustível. Esses conceitos estariam suportados na Medida Provisória numero 1063/21 e também na Lei de número 13874/20 identificada como Lei de Liberdade Econômica.


Com relação a fidelidade da bandeira, um posto revendedor, de determinada marca poderá comercializar combustível de outros fornecedores, desde que o consumidor tenha a perfeita identificação e informação sobre esse fato. Quanto ao delivery, a proposta é a realização inicial da atividade em projeto piloto, buscando-se a autorização da ANP para a realização da mesma, sendo que atualmente a comercialização autorizada por essa modalidade é de etanol hidratado e gasolina. Para optar por esse projeto o posto de combustível deverá estar em dia com o Programa de Monitoramento da Qualidade, programa esse que é de gestão da ANP, sendo o delivery realizado nos limites do Município onde esta o revendedor varejista autorizado pela Agencia Nacional de Petróleo.


Outro ponto de atenção nessas mudanças tem relação ao TRR – Transportador – Revendedor – Retalhista, que é caracterizado como empresa autorizada a adquirir combustível a granel (grandes quantidade) para venda nos chamados “retalhos”, e que originalmente estavam autorizados a comercializar somente óleo diesel e a partir de setembro/21 estão autorizados a comercializar, também, etanol hidratado.


Essa medida da ANP também determinou a indicação de valor dos combustíveis nas bombas com duas casas decimais e não mais com três.


Essas alterações entrarão em vigor no prazo de 180 dias contados da publicação da Resolução da Agencia que trate do assunto.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tema sensível para as empresas que realizam operações de comércio exterior tem relação com o preço de transferência. O envolvimento da questão não é somente de ordem fiscal e tributária, mas também,

Tema sensível para as empresas que realizam operações de comércio exterior tem relação com o preço de transferência. O envolvimento da questão não é somente de ordem fiscal e tributária, mas também,