Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

AGENDA DE CONCILIAÇÃO

Novos Presidentes da Câmara e do Senado buscam junto ao Ministério da Economia, a criação de uma agenda de consenso para dar assistência a população menos favorecida, sendo o caminho para isso um suporte mais efetiva para quem deixou de receber o auxílio emergencial. A proposta é buscar uma alternativa dentro dos limites da responsabilidade fiscal, e as negociações caminham nesse sentido.

A dinâmica apresentada às negociações está relacionada a compatibilizar a necessidade de assistência social com a manutenção de responsabilidade fiscal, ou seja, o respeito ao teto de gastos, e para isso, a volta do auxílio emergencial não está descartada, estuda-se como isso ocorrerá dentro dos limites que hoje o limite de gastos impõe ao Governo. Cortes ou reduções terão que ser realizadas para que haja recursos para esse atendimento aos menos favorecidos.

10 visualizações0 comentário

© 2020 por Grupo Bahia & Associados

  • LinkedIn Social Icon