Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

ALTERAÇÕES E ATUALIZAÇÕES DO ICMS – SP (II)

O Decreto de número 66.393de 28/dezembro/21 trouxe alterações as disposições do RICMS-SP (Decreto de numero 45490/00) no que se refere as operações de industrialização.


A alteração diz respeito as tratativas de industrialização por conta e ordem de terceiros, com exceção dos casos de regime especial, concedido com anuência de outro Estado, não se aplicarem as operações interestaduais efetuadas com sucata de metais e com produtos primários de origem animal, vegetal ou mineral.


Por outro lado, as tratativas de industrialização por conta e ordem de terceiros, são aplicadas, inclusive, na saída de mercadoria com destino a outro estabelecimento ou a trabalhador autônomo ou avulso que prestar serviço pessoal, em relação ao qual o autor da encomenda mantiver contrato de produção rural integrada.


Interessante notar que esse Decreto revogou disposições que tratavam de isenção do imposto (ICMS) previstas no artigo 41 do anexo I do RICMS, artigo que trata da possibilidade isenção do ICMS com insumos agrícolas, sendo a revogação específica, para as operações com ração animal preparada em estabelecimento rural ou industrial, na transferência a outro estabelecimento rural ou industrial do mesmo titular ou na remessa a outro estabelecimento rural ou industrial em relação ao qual o titular remetente mantenha contrato de produção integrada

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CUIDADOS QUE AS EMPRESAS DEVEM TER PARA 2022

Segue matéria do Grupo Bahia Associados, publicado no Site Contábeis, comentando e apontando cuidados que as empresas devem ter em 2022 para manter um bom planejamento econômico e financeiro de suas o

DISPOSIÇÕES DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA

Em nossos informativos de 11, 16 e 29 de novembro de 2021 tratamos do Decreto de numero 10854/21 que teve como proposta trazer novas disposições a legislação trabalhista. Uma dessas alterações relacio

INFLAÇÃO ACIMA DA META

As justificativas do Banco Central para o encerramento de 2021 com a inflação em 10,06%, ou seja, acima da meta que era de 3,75% com tolerância de 1,5 ponto percentual, esta relacionada aos preços das