top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

ALTERAÇÕES NA ECD

A Escrituração Contábil Digital, teve alterações conforme indica a Instrução Normativa RFB nº 1660/2016. Em resumo as alterações são as seguintes:

  1. A transmissão da ECD será considerada válida após a confirmação de recebimento do arquivo com o seu conteúdo. A legislação anterior comentava, também, sobre  a autenticação pelos órgão de registros;

  2. A autenticação terá como comprovação o recibo de entrega emitido pelo SPED – Sistema Público de Escrituração Digital;

  3. A autenticação dos documentos realizada através do  SPED  dispensa outra forma ou tipo de autenticação;

  4. Temos a dispensa de autenticação dos livros de escrituração contábil das empresas não sujeitas a registro em Juntas Comerciais;

  5. Ao tratar da versão digital do livro diário (e seus auxiliares se utilizados pela empresa), livro razão (e seus auxiliares se utilizados pela empresa), e balancetes diários, balanços  e fichas de lançamento que comprovem os registros, a indicação agora é que  a assinatura digital dos mesmos deve ser realizada utilizando-se certificado digital emitido por entidade credenciada pelo ECP-Brasil. A redação anterior mencionava a necessidade de certificado de segurança mínima tipo A3;

  6. Ao tratar das funcionalidades mínimas para a ECD ser validada pelo programa validador, há a indicação de que estas funcionalidades devem ser: (i) criação e edição; (ii) importação; (iii) validação; (iv) assinatura; (v) visualização; (vi) transmissão para o Sped; (vii) consulta da situação;

  7. Finalmente, ao abordar a transmissão da ECD(transmissão anual até o último dia útil do mês de maio), as novas determinações dizem que: (a) a autenticação poderá ser cancelada quando a ECD for transmitida com erro, ou quando da identificação de erro de fato que torne a escrituração imprestável; (b) a característica desse erro de fato está associada a não possibilidade de correção conforme previsto em Normas Brasileiras de Contabilidade gerando demonstrações contábeis não consistentes; (c) no caso de cancelamento e substituição por erro de fato, a nova ECD deverá ter como suporte, laudo detalhando o ocorrido, e assinado por dois contadores; (d) até que no ambiente do SPED não tenhamos as condições de cancelamento de autenticação da escrituração, será permitido a substituição de ECD que se encontre autenticada  na data de publicação do Decreto nº 8683/2016 – data de publicação 26/02/2016 – (esse Decreto trouxe alterações ao Decreto nº 1800/1996 que tratou do registro público de empresas mercantis – as alterações tratam da autenticação de livros contábeis através do SPED), poderá também ocorrer a substituição para as transmissões a partir dessa data.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A NOVELA DA DESONERAÇÃO

Com efeitos imediatos, o  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin, atendeu a solicitação  do governo e do Congresso Nacional, suspendendo  por 60 dias a liminar que havia derrubado

PREÇO DE TRANSFERENCIA

Questão interessante chegou ao Judiciário. Uma empresa de São Paulo, obteve liminar na Justiça Federal, para não aplicar em suas operações, as novas regras de preço de transferência (transfer price).

Comments


bottom of page