top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

CAPITAIS BRASILEIROS NO EXTERIOR - CENSO - ATENÇÃO AO PRAZO

Desde de 15 de fevereiro de 2018 esta em curso o prazo para a entrega da declaração anual de capitais brasileiro no exterior. O prazo para entrega da declaração junto ao Banco Central finalizada em 05 de abril de 2018. A entrega refere-se as informações com data base em 31/12/2017. 

A declaração  é obrigatória para os residentes no País que detinham na data base  ativos (bens e direitos) contra não residentes (incluindo imóveis, depósitos, disponibilidades em moeda estrangeira, dentre outros ativos) que totalizaram montante igual ou superior ao equivalente a US$100.000,00 (cem mil dólares dos Estados Unidos) considerando a data base acima mencionada (31/12/17)

Não há necessidade de declaração para as pessoas físicas e jurídicas residentes no País detentores de ativos (bens e direitos) contra não residentes (incluindo imóveis, depósitos, disponibilidades em moeda estrangeira, dentre outros ativos) que totalizaram valor abaixo de US$100.000,00 (cem mil dólares dos Estados Unidos) considerando a mesma data base.

O não atendimento quanto a entrega da declaração ou a entrega dela de forma incorreta ou inexata pode acarretar as seguintes penalidades:

a - efetuar registro ou apresentar declaração em desacordo com o prazo previsto : 1% (um por cento) do valor sujeito a registro ou declaração, limitado a R$25.000,00 (vinte e cinco mil reais);

b - prestar informações incorretas ou incompletas: 2% (dois por cento) do valor sujeito a registro ou declaração, limitado a R$50.000,00 (cinquenta mil reais);

c - não efetuar registro, não apresentar declaração ou não apresentar documentação comprobatória das informações fornecidas ao Banco Central do Brasil: 5% (cinco por cento) do valor sujeito a registro ou declaração, limitado a R$125.000,00 (cento e vinte e cinco mil reais);

d - prestar informação falsa em registro ou declaração: 10% (dez por cento) do valor sujeito a registro ou declaração, limitado a R$250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais).

A base legal para as penalidades e respectivo processo administrativo no caso de não atendimento a  obrigação consta na Circular BACEN 3857/17.

Essa matéria e várias outras estão no nosso site no link imprensa.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A NOVELA DA DESONERAÇÃO

Com efeitos imediatos, o  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin, atendeu a solicitação  do governo e do Congresso Nacional, suspendendo  por 60 dias a liminar que havia derrubado

PREÇO DE TRANSFERENCIA

Questão interessante chegou ao Judiciário. Uma empresa de São Paulo, obteve liminar na Justiça Federal, para não aplicar em suas operações, as novas regras de preço de transferência (transfer price).

Commenti


bottom of page