Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

COBRANÇA DO ICMS SOBRE COMBUSTÍVEIS

O Projeto de Lei aprovado na Câmara dos Deputados, que seguiu para a apreciação do Senado Federal, propõe alteração no cálculo do ICMS sobre gasolina, etanol e diesel. Atualmente a alíquota do ICMS para esses itens tem variação entre os Estados, podendo ser de 25% a 34% aplicada sobre o preço de venda com avaliação quinzenal de preços, para fins de tributação, pelas Unidades da Federal.


A proposta aprovada indica que a pesquisa de referencia de preço, para fins de tributação, deixe de ser quinzenal e passe a ter base na média de preço de dois anos anteriores, como referencia inicial 2019 e 2020 sugerindo, também, o valor fixo do imposto (ICMS) por litro da gasolina que será de R$ 0,89, e não mais a aplicação dos percentuais mencionados (25% a 34% dependendo do Estado).


Uma das críticas para o Projeto esta relaciona a indicação de que a proposta é uma forma artificial de manutenção dos prelos dos combustíveis, outra forte critica é a dos Estados que veem uma ingerência da Câmara dos Deputados em questões relacionadas ao ICMS, havendo tendencia forte de judicialização do tema.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

POSSIBILIDADE DE UM NOVO REFIS

Discute-se no Legislativo Federal, a proposta de um novo programa de refinanciamento de dívidas tributárias (REFIS). A proposta original é do Senado que sugere uma graduação para a concessão do refin

PRESERVAÇÃO DOS BENEFÍCIOS DA LEI DE INFORMÁTICA

Em marco/2021 o Congresso promulgou a PEC (Proposta de Emenda a Constituição) de numero 186/2019 que permitiu ao Governo, pagar, em 2021 o auxilio emergencial no montante de R$ 44 bilhões focando os m