Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

CORTE DA SELIC

O Comitê de Política Monetária – COPOM, em decisão unanime indicou a redução da SELIC de 6,5% para 6% ao ano. Esse corte veio após 16 meses, e com indicações claras quanto a sua continuidade.


O corte, visto como um estímulo monetário, tem base na chamada, evolução do cenário básico, que traz benefícios para o controle da inflação refletido nessa mínima histórica da taxa SELIC. Inflação na meta, é importante termos ferramentas para incrementar a economia e essa redação é uma delas.


Ponto importante na avaliação do COPOM para o corte da SELIC é a ênfase no fato do processo de reformas e ajustes necessários para a estabilidade econômica terem avançado, e a perspectiva desta continuidade de discussões e ações positivas afetarem positivamente as projeções macroeconômicas.


Sem dúvida o corte da SELIC é mais um estímulo para a recuperação da economia.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O PESO DO FRETE MARÍTIMO

A Agencia das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD) alertou para o risco da recuperação da economia mundial, considerando a alta das tarifas de frete marítimo. A questão consider

SONEGAÇÃO NO PAÍS

A Receita Federal esta em fase final de trabalho que vai indicar o tamanho da ausência de recolhimento de PIS e Cofins em determinado período. Esse estudo esta sendo preparado há mais de um ano, com m

DESONERAÇÃO DA FOLHA DE PAGAMENTO

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a proposta de prorrogação da desoneração da folha de pagamento até o final de 2023. A prorrogação atinge os 17 setores já co