Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

CORTE DO IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO

Em busca de uma tentativa de conter a alta de alguns preços de produtos que se destacam como alimentadores da inflação, o Governo Federal cortou a alíquota do imposto de importação de alguns deles, buscando apresentar forma alternativa para o abastecimento do mercado. Itens como carne (boi e frango), trigo e farinha de trigo, bolachas e biscoitos, milho em grão, e outros produtos destinados a indústria de pastelaria obtiveram a redução a zero da alíquota do imposto de importação. Outros itens tiveram outro patamar de redução de alíquota como é o caso de ácido sulfúrico de uso na cadeia de fertilizantes e fungicida de uso na agricultura (mancozeb), assim como os vergalhões de aço para uso na construção civil para os quais a alíquota do imposto de importação passou a ser de 4%. Essas reduções tem aplicação até o final de 2022.


A atenção, agora, é verificar se essas medidas trarão, de fato, algum impacto quanto a redução de preço desses produtos.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tema sensível para as empresas que realizam operações de comércio exterior tem relação com o preço de transferência. O envolvimento da questão não é somente de ordem fiscal e tributária, mas também,

Tema sensível para as empresas que realizam operações de comércio exterior tem relação com o preço de transferência. O envolvimento da questão não é somente de ordem fiscal e tributária, mas também,