Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

CRÍTICAS COM RELAÇÃO A REDUÇÃO DO IMPOSTO DE IMPORTAÇÃO

Vários setores empresariais estão criticando o Governo Federal, pela redução do imposto de importação, sem análise mais detalhada do tema e sem avaliação das reduções sobre o empresariado local em momento tão delicado no que diz respeito a aspectos econômicos.


A CAMEX – Câmara de Comércio Exterior, tem publicado resoluções que tratam dessas reduções. De forma mais recente, a chamada gota d’água foi a redução do imposto de importação sobre bicicletas de 35% para 20%. O polo industrial de Manaus questionou duramente a medida, prevendo desemprego no setor, isso durante, inclusive, o momento atual de pandemia e crise econômica.


Especialistas alegam que o corte de empregos aqui, em momento tão crítico, irá gerar empregos na China. Os setores afetados com medidas dessa natureza comentam a necessidade de estudos mais detalhados associando a redução de imposto de importação, a redução do chamado “custo Brasil”, de forma a equalizar a questão não prejudicando a indústria local, e não somente apresentar a redução do imposto de importação, como uma medida de cunho populista.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tema sensível para as empresas que realizam operações de comércio exterior tem relação com o preço de transferência. O envolvimento da questão não é somente de ordem fiscal e tributária, mas também,

Tema sensível para as empresas que realizam operações de comércio exterior tem relação com o preço de transferência. O envolvimento da questão não é somente de ordem fiscal e tributária, mas também,