Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

CRESCIMENTO DA ARRECADAÇÃO FEDERAL

O posicionamento do Ministro da Economia é de que “...o Brasil esta em uma vigorosa retomada do crescimento econômico.....” . A base para essa afirmação é o melhor resultado em termos de arrecadação de tributos federais, para o período (primeiro semestre), considerando a série histórica que teve início em 1995, mas com padronização somente em 2000. Esse resultado chegou a R$ 896,8 bilhões de arrecadação.


O resultado apresentado pela Receita Federal indica crescimento der 24% em comparação ao mesmo período do ano anterior, e 6,1% em relação a 2019, considerando ser 2019, período que antedeu a pandemia.


No mesmo resultado temos como indicadores para esse excepcional desempenho a boa condição da produção industrial, o incremento de atividades no setor de comércio exterior suportado na valorização do real perante o dólar.


Entre os tributos que mais se destacaram nessa boa avaliação temos o PIS, a COFINS, o IRPJ, a CSLL, e as chamadas receitas previdenciárias, essas ultimas atreladas ao crescimento do mercado formal de trabalho, que ainda não significa diminuição acentuada do desemprego.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CUIDADOS QUE AS EMPRESAS DEVEM TER PARA 2022

Segue matéria do Grupo Bahia Associados, publicado no Site Contábeis, comentando e apontando cuidados que as empresas devem ter em 2022 para manter um bom planejamento econômico e financeiro de suas o

DISPOSIÇÕES DA LEGISLAÇÃO TRABALHISTA

Em nossos informativos de 11, 16 e 29 de novembro de 2021 tratamos do Decreto de numero 10854/21 que teve como proposta trazer novas disposições a legislação trabalhista. Uma dessas alterações relacio

INFLAÇÃO ACIMA DA META

As justificativas do Banco Central para o encerramento de 2021 com a inflação em 10,06%, ou seja, acima da meta que era de 3,75% com tolerância de 1,5 ponto percentual, esta relacionada aos preços das