top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

CUSTO PADRÃO FERRAMENTA PARA PLANEJAMENTO

Assunto relacionado ao custo padrão, é de suma importância para as empresas que utilizam essa metodologia para controle de item fundamental no acompanhamento de sua rentabilidade e lucratividade.


A identificação do formato do custo padrão a ser utilizado, ou em uso, pode ter algumas classificações, como o custo padrão básico cujo conceito de aplicação está relacionado a comparar o que foi estimado com o real. Temos o custo padrão corrente que é a forma mais utilizada, e verificaremos mais à frente o motivo, na qual a variação identificada entre ele e o custo real é alocada como lucros ou perdas no período. Temos o custo padrão ideal cujo uso tem base na operação com cem por cento do uso de eficiência, o que nem sempre é possível na operação, e temos o custo padrão estimado que utiliza o histórico de apontamentos da produção para que se possa defini-lo.


Fundamental estar atento para a aplicação do custo padrão como forte e importante aliado na gestão dos gastos produtivos, gastos industriais relacionados a linha de produção, ou seja, temos ai a definição de uma base de comparação entre dispêndio aceitável e o incorrido, indicando as divergências para se trabalhar sobre elas, mas não podemos deixar em segundo plano as normas contábeis societárias e fiscais tributárias que definem os ajustes necessários para que o custo padrão se amolde às mesmas e possa ser utilizado pelas empresas sem a geração de contingencias.


O material que está no link abaixo traz comentários sobre esse tema.


Boa leitura!!!


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

PIS - COFINS E O ICMS-ST

A 1ª Seção do Superior Tribunal de Justiça – STJ,  por decisão unânime, em julgamento de recurso repetitivo, ou seja, com decisão base para instancias inferiores do Judiciário, entendeu pelo não aprov

AUTODECLARAÇÃO DE ORIGEM

Conforme mencionamos em informe anterior  (NOVO REGIME DE ORIGEM – MERCOSUL), os membros desse mercado comum,  decidam por adotar o método de comprovação de origem identificado como autodeclaração _ a

NOVO REGIME DE ORIGEM - MERCOSUL

O Decreto de número 12058/24, tratou do 218º Protocolo Adicional ao Acordo de Complementação Econômica número 18 do MERCOSUL,  firmado entre Brasil, Argentina, Paraguai, e Uruguai. Esse Protocolo Adic

Comentarios


bottom of page