Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

DENUNCIA ESPONTÂNEA

A Câmara Superior do CARF – Conselho Administrativo de Recursos Fiscais entendeu pela não exigência da multa de mora em caso no qual o contribuinte utilizou a prerrogativa do artigo 138 do Código Tributário Nacional para a realização de denuncia espontânea, e liquidou a dívida, através de compensação tributária.


Até então, haviam interpretações divergentes sobre essa questão, pois o artigo 138 do CTN fala em “pagamento do tributo devido e dos juros de mora”, de forma a se ter como conclusivo o fato da expressão “pagamento do tributo” indicar a disponibilização do recurso financeiro, ou, pagamento em espécie.


Agora, o entendimento do CARF vai no sentido de que a compensação é uma forma de pagamento aceitável na questão da denuncia espontânea.


9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

ICMS NA BASE DE CÁLCULO DO PIS E DA COFINS

O julgamento do STF – Supremo Tribunal Federal, sobre a exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e da COFINS, julgamento esse que vai analisar os embargos de declaração apresentados pela PGFN – Proc

COMO PLANEJAR E ORÇAR COM TANTAS VARIÁVEIS

As empresas enfrentam mais um desafio. O “vai e vem” do mercado e da economia com tantas ações que refletem inciativas desastradas, ou não, mal programadas, ou não, para enfrentar a atual crise sanitá

© 2020 por Grupo Bahia & Associados

  • LinkedIn Social Icon