Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

DUPLICATAS ELETRÔNICAS

Em maio de 2020, o Banco Central do Brasil, através da Circular de numero 4016 regulamentou o sistema de escrituração digital  cuja gestão ocorre por entidade autorizada pelo BACEN  a exercer essa atividade, sistema esse, também aplicado ao registro ou depósito centralizado, bem como,  a negociação dos respectivos títulos de crédito. A identificação dessa regulamentação no mercado está relacionada a  “regulamentação das duplicatas eletrônicas”.

Esse sistema, que estava em testes desde o mês de março/2020 simulando situações sobre a sua  operacionalização, se tornará operacional no final do mês corrente,  permitindo a centralização e o compartilhamento de informações, praticamente em tempo real, para essa modalidade de recebível.

A visão que esta sendo dada a operação não é somente de uma evolução operacional, mas principalmente, de uma ação que esta sendo preparada e amadurecida a dois anos voltada a redução de custos e ampliação do mercado de crédito financeiro. Mais uma vez temos a tecnologia entrando em ação.

Operacionalmente teremos uma plataforma com capacidade de interagir com outros sistemas, o que na prática é identificada como interoperabilidade, e essa ação resulta em agilidade, confiabilidade, redução de despesas, o que pode ser revertido para o mercado com a redução de taxas e a certificação de garantia do título.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

POSSIBILIDADE DE UM NOVO REFIS

Discute-se no Legislativo Federal, a proposta de um novo programa de refinanciamento de dívidas tributárias (REFIS). A proposta original é do Senado que sugere uma graduação para a concessão do refin

PRESERVAÇÃO DOS BENEFÍCIOS DA LEI DE INFORMÁTICA

Em marco/2021 o Congresso promulgou a PEC (Proposta de Emenda a Constituição) de numero 186/2019 que permitiu ao Governo, pagar, em 2021 o auxilio emergencial no montante de R$ 44 bilhões focando os m