Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

E OS INVESTIMENTOS ESTRANGEIROS

Alguns fatores afastam os investimentos estrangeiros. Pode parecer não ter relação direta, questões como a péssima imagem do País no que se refere aos cuidados com o meio ambiente, mas tem, e isso afasta investidores.

O ponto a considerar nessa avaliação é a imagem, a divulgação da marca, ou do produto, que possa ter relação direta com um Pais, que nos dias atuais, não pratica políticas ambientais sérias.

A competição para atrair e manter investimentos é acirrada e estar na linha de largada para essa captação, para esse convencimento quanto a melhor destinação dos recursos, mas já em desvantagem não é nada bom.

Outros pontos que também não são favoráveis para o convencimento do investidor, estão relacionados a política econômica, e a perceptível ausência de sincronismo em políticas internas. Esses tópicos são mais alguns agravantes que prejudicam a avaliação quanto ao local para onde deve ser destinado o recurso.

A SELIC em 2% afasta os recursos especulativos, o que se certa forma é bom, mas por outro lado, afasta também associando-se as questões de políticas econômicas e internas os investimentos destinados a produção, ao incremento da economia, como por exemplo, o aporte nas empresas buscando fôlego para novos projetos, para contratações, para novos desafios relacionados as suas operação em busca do novo normal.

Vamos torcer pois dias melhores com certeza chegarão, assim como os bons investimentos também chegarão e a retomada vai se concretizar.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A REFORMA DO IMPOSTO DE RENDA

É natural que ao se pensar em uma reforma, os pontos básicos da mesma sejam de combate as injustiças, e de aumento a efetividade no atendimento a quem depende das premissas envolvidas na mesma (refor

AS DIFICULDADES PARA A TOMADA DE DECISÃO

Não esta sendo fácil para os executivos das empresas, a tomada de decisão sobre investimentos, ampliação de negócios, e exploração de novos mercados, isso considerando o cenário de crise institucional

DRAWBACK

O Superior Tribunal de Justiça – STJ, decidiu que a multa de mora para as empresas que perderam o benefício do drawback, deve ser aplicada, considerando o encerramento do prazo dos pagamentos dos impo