top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

Especialista dá dicas de como terminar 2015 com bons resultados

Confira os 10 passos para fazer seu planejamento econômico dar certo esse ano A expectativa para o crescimento econômico do Brasil em 2015 caiu de 2% para 0,8%, ou seja, será um ano difícil. O cenário pede planejamento econômico eficiente para a sobrevivência do negócio. Além disso, com a inflação instável, a situação econômica é de risco. Segundo Jorge Bahia, um dos sócios do Grupo Bahia Associados, é possível passar essa fase com bons resultados, pois considera que o empresário brasileiro, com sua versatilidade, conseguirá administrar a situação. O mais importante para iniciar o planejamento econômico é analisar o momento atual do país como um todo. Recentes acontecimentos políticos econômicos, além de recentes ações governamentais para equilíbrio de orçamento não podem passar despercebidas de qualquer avaliação. É necessário conhecer, estar atualizado e avaliar de forma rápida o impacto das mudanças que são impostas ao mercado. Por fim, o início do plano deve ser calcado no realismo, nada de suposições ou projeções fantasiosas. Os cenários atrelados a esse macro objetivo farão com que o foco da análise passe a ser um plano de ação consistente, sem aventuras, para chegarmos a nossa meta. O plano de ação tem relacionamento direto com mapeamento de atividades, ou seja, o que será feito, em que fase ou em que tempo, com qual objetivo, utilizando qual recurso. Ainda segundo Jorge Bahia, o planejamento precisa ser o mais realista possível. “O planejamento de negócios para o primeiro semestre de 2015 deve estar mais do que nunca voltado a validar a perspectiva desse negócio, e a sua capacidade de crescimento e geração de receita em um primeiro semestre que nos parece não será de fácil gestão”, comenta. Para administrar tudo isso, é necessário manter o controle de custos como livro de cabeceira, o plano estratégico como sendo o jornal de todos os dias, e o orçamento substituindo o caderninho de bolso. Os 10 passos principais para fazer um bom planejamento econômico para 2015 Por Jorge Bahia 1 – realismo com relação aos planos; 2 – Validação do otimismo com a certeza de que todas as variáveis foram bem contempladas e analisadas; 3 – programa de revisão periódica de cada etapa do plano considerando ser essa periodicidade a mínima possível para não interferir na evolução das atividades e a máxima possível para não permitir que mudanças situacionais repentinas desestabilizem o orçamento; 4 – objetividade no corte de gastos orçamentários caso sejam necessários; 5 – tranquilidade e análise crítica na gestão de recursos que sejam resultado de sobras orçamentárias considerando o planejamento estratégico do negócio sobre a mesa para validação constante dos índices então projetados; 6 – atenção para compromissos sujeitos a variação cambial; 7 – acompanhamento e avaliação de mutações do mercado financeiro e mercado de ações; 8 – fique de olho nos movimentos de propensos concorrentes, pois a competitividade será acirrada e se você não for o primeiro a chegar procure não ser o ultimo; 9 – elimine já da sua lista de alternativas propostas de soluções para as quais possíveis alterações sejam lentas, agilidade será fundamental; 10 – escolha bem as pessoas chaves para estarem do seu lado, os pontos de vista devem manter sintonia com o plano de negócios, com o mercado e com as surpresas que ele pode trazer no período. Especialista dá dicas de como terminar 2015 com bons resultados – PDF Sobre Grupo Bahia, Kosio & Associados O Grupo Bahia, Kosio & Associados é constituído pelas empresas Bahia, Kósio & Associados Consultoria Empresarial Ltda, Bahia & Kosio Assessoria Contábil Ltda, Bahia & Almeida Gestão de Projetos Especiais Ltda e Bahia Gestão de Atividades Administrativas e de Controle Ltda. Com um time de especialistas e estrategistas voltados à área econômica, financeira, contábil, fiscal e tributária, o grupo tem como proposta apresentar aos clientes um pacote de soluções indissociáveis, do qual faz parte a identificação de incentivos e benefícios fiscais e tributários, os efeitos econômicos e financeiros da operação, as melhores práticas de controles e informações contábeis para análise dos investidores, possíveis linhas de créditos e o efeito das mesmas no tempo, no fluxo de caixa das empresas, e nos seus resultados. Atendimento à Imprensa: ELDEVIK | Agência de Comunicação Campinas • São Paulo • Brasil 19 3384.9336 | 98722.8001 www.eldevik.com.br Edvania Eldevik – Diretora estratégica contato@eldevik.com.br | 19 98722.8001 Andressa Leite – Assistente de Comunicação atendimento1@eldevik.com.br | (19) 98371-9451

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A NOVELA DA DESONERAÇÃO

Com efeitos imediatos, o  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin, atendeu a solicitação  do governo e do Congresso Nacional, suspendendo  por 60 dias a liminar que havia derrubado

PREÇO DE TRANSFERENCIA

Questão interessante chegou ao Judiciário. Uma empresa de São Paulo, obteve liminar na Justiça Federal, para não aplicar em suas operações, as novas regras de preço de transferência (transfer price).

Komentar


bottom of page