Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

ESTOQUES VOLTAM AO NORMAL

Praticamente, após dois anos, a crise que desorganizou a cadeia de abastecimento, resultando na dificuldade de encontrar insumos, problemas logísticos e variações abruptas de preço, parece estar sendo administrada, com as empresas tendo condições de formar estoques, buscando eliminar, ou, pelo menos ter condições de prever gargalos de produção.


A regularidade chega de forma escalonada deixando as micro e pequenas empresas, ainda às margens dessa plena regularidade. A questão está relacionada a melhor forma, em termos de manter rentabilidade e lucratividade da operação, de identificar compras que se traduzam em estoques sadios, não sacrificando o fluxo de caixa da empresa, e mantendo a administração quanto ao prazo de entrega.


O importante na avaliação é que a gestão dos estoques, tudo indica, está voltando ao normal, mas com o alerta de que a plenitude de seu fluxo, como antes da pandemia, deve demorar, pelo menos mais dois anos, principalmente por fatores relacionados a identificação e homologação de novos fornecedores, em substituição àqueles que não suportaram a crise do coronavírus.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Atenção para o tratamento referente a créditos de PIS e COFINS referente a aquisição de diesel, querosene de aviação, gás de cozinha e biodiesel A redação original do artigo 9º da Lei Complementar de

Informação publicada no gov.br notícias. Governo Federal anuncia nova redução de 10% no Imposto de Importação de bens comercializados Medida abrange 6.195 códigos da Nomenclatura Comum do Mercosul (NC

A Instrução Normativa RFB de número 2082/2022 prorrogou os prazos de entregas de ECD - Escrituração Contábil Digital, e ECF - Escrituração Contábil Fiscal para as informações referente a 2021. Os novo