Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

EXPORTAÇÕES INDIRETAS

O Supremo Tribunal Federal em análise sobre tema relacionado a incidência de contribuições previdenciárias, entendeu pela imunidade dessas contribuições quando das chamadas “exportações indiretas”.


A Instrução Normativa RFB de número 971/2009 em seus artigos 166 e 170 menciona a não incidência dessas contribuições quando a comercialização do produto é realizada diretamente  pelo produtor rural ou cooperativa e produtores rurais com o exterior.


O STF  analisou duas ações que questionavam esss cobranças, quando as exportações ocorriam via tradings companies. A conclusão foi sobre a aplicação da não incidência dessas contribuições, também, nesses casos de exportações indiretas.


O posicionamento cria precedente importante quanto a ratificar a proposta sobre a imunidade tributária buscar a não exportação de tributos, seja de forma direta ou seja através de intermediários exportadores, no caso as empresas tradings companies.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A REFORMA DO IMPOSTO DE RENDA

É natural que ao se pensar em uma reforma, os pontos básicos da mesma sejam de combate as injustiças, e de aumento a efetividade no atendimento a quem depende das premissas envolvidas na mesma (refor

AS DIFICULDADES PARA A TOMADA DE DECISÃO

Não esta sendo fácil para os executivos das empresas, a tomada de decisão sobre investimentos, ampliação de negócios, e exploração de novos mercados, isso considerando o cenário de crise institucional

DRAWBACK

O Superior Tribunal de Justiça – STJ, decidiu que a multa de mora para as empresas que perderam o benefício do drawback, deve ser aplicada, considerando o encerramento do prazo dos pagamentos dos impo