top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

INFLAÇÃO

A inflação até agosto/22 atingiu nos últimos 12 meses o patamar de 8,73%, voltando a casa de um dígito. Em julho/22 a inflação dos últimos 12 meses tinha chegado a 10,07%. O IPCA em agosto/22 teve baixa de 0,36%, sendo indicado como um dos motivos para essa baixa, a redução do valor dos combustíveis. Essa trajetória de queda também tinha ocorrido em julho/22 no percentual de 0,68%.


Mesmo com essa redução do IPCA a inflação, tudo indica, ficará acima da projetada pelo Banco Central em 2022, que é de 3,50% com teto de 5%.


O Governo também trava uma batalha com esse tema nas vésperas das eleições buscando contornar a perda do poder de compra da população com o incremento de programas sociais e a redução de impostos.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MAIS SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA

A conclusão a que se está chegando, quanto a proposta de alocar produtos a cesta básica nacional, produtos esses que terão alíquota zero do IVA (CBS + IBS), e principalmente, com foco na carne, é que

INFLAÇÃO

As projeções de inflação para 2024 e 2025, revistas pelo Ministério da Fazenda, indicam aumento de percentuais. Para 2024 a estimativa era de 3,7% e agora é de 3,9%, e para 2025 a estimativa era de 3,

SINAL POSITIVO NA ECONOMIA

A informação do Ministro da Fazenda, de que haverá, em termos orçamentários, com vistas a atender  o arcabouço fiscal, o bloqueio de R$ 11,2 bilhões, e o contingenciamento de R$ 3,8 bilhões do orçamen

Comentarios


bottom of page