Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

Inverno Solidário inclui doações e trabalho voluntário - Jornal Mais Expressão - Indaiatuba

Inverno Solidário inclui doações e trabalho voluntário – Jornal Mais Expressão – Indaiatuba

Campanha recebe doações de produtos de higiene em Indaiatuba

Neste inverno, mais uma campanha de solidariedade está sendo promovida pelo Grupo Bahia e Associados. Desta vez o inverno solidário é diferente com dois projetos relacionados.

O primeiro é a colaboração com a Comunidade Totus Tuus, que no mês de outubro completa nove anos de atividades em favor dos moradores de rua na cidade de Itu.

Atualmente a comunidade mantem um trabalho com 23 ex moradores de rua, que hoje vivem no local.

Além destes, mais 40 refeições são feitas diariamente e distribuídas aos moradores de rua através do Kombão Sopão.

Os itens arrecadados nesta campanha serão produtos de higiene pessoal como sabonetes, barbeadores, shampoo, pasta e escova dentes.

No segundo projeto, o Grupo Bahia Associados vai colaborar com o Instituto Gabi na Vila Santa Catarina em São Paulo, onde 70 crianças e adolescentes, portadoras de deficiência e de  baixa renda são atendidas.

Neste caso a colaboração será na digitação das notas fiscais Paulistas, sem CPF ou CNPJ, pois devido ao grande número, o Instituto está perdendo o prazo para entrega e consequentemente incentivos do governo. As doações podem ser entregues até o dia 06 de julho de 2016, nos escritórios do Grupo Bahia Associados em Indaiatuba e São Paulo.

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Senado Federal aprovou a Medida Provisória de numero 1108/22 que trata, entre outros temas, do teletrabalho e da jornada de trabalho reduzida nos casos de calamidade pública. A diferença entre essa

O COPOM – Comitê de Política Monetária – do Banco Central, elevou a taxa básica de juros – SELIC – em 0,50 ponto percentual ao ano. Temos assim, o décimo segundo aumento consecutivo que leva a SELIC

Pequenas e médias empresas, por vezes, enfrentam barreiras regulatórias para exportar, e desistem da operação, pois o custo do atendimento da norma pode se tornar inviável em termos financeiros. Há