Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

MEDIDAS PARA A REDUÇÃO DE GASTOS COM BENEFÍCIOS E INCENTIVOS FISCAIS

O Governo Federal apresentou ao Congresso um pacote de medidas para reduzir e também acabar com  incentivos e benefícios fiscais.


Atualmente, os gastos do Governo Federal, alocados a desembolso, ou, ausência de arrecadação, considerando incentivos e benefícios dessa natureza é da ordem de R$ 4,3% do PIB – Produto Interno Bruto, e a proposta é que em dez anos esse percentual chegue a 2% do PIB.


Assim, temos, nos próximos meses e talvez anos que acompanhar, de perto, questões não somente relacionadas a uma possível Reforma Tributária, mas também a redução e eliminação de benefícios e incentivos fiscais que provavelmente já seriam prejudicados  por essa Reforma, sendo por isso, talvez, que já se estude a redução e a eliminação dos mesmos.


Importante que as empresas acompanhem a evolução de discussões sobre esse tema – Reforma Tributária e a Possibilidade Eliminação de Benefícios e Incentivos Fiscais.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O Senado Federal aprovou a Medida Provisória de numero 1108/22 que trata, entre outros temas, do teletrabalho e da jornada de trabalho reduzida nos casos de calamidade pública. A diferença entre essa

O COPOM – Comitê de Política Monetária – do Banco Central, elevou a taxa básica de juros – SELIC – em 0,50 ponto percentual ao ano. Temos assim, o décimo segundo aumento consecutivo que leva a SELIC

Pequenas e médias empresas, por vezes, enfrentam barreiras regulatórias para exportar, e desistem da operação, pois o custo do atendimento da norma pode se tornar inviável em termos financeiros. Há