top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

MUDANÇAS NO IMPOSTO DE RENDA DA PESSOA FÍSICA E DESDOBRAMENTOS

Foi proposta na campanha eleitoral do atual governo, e esta em pauta de discussões, a isenção do imposto de renda da pessoa física para quem ganha até R$ 5 mil/mês.


A questão não é tão simples de implementação, pois se essa isenção for acompanhada da mesma correção proporcional, para as deduções, como despesas de instrução e despesas com saúde, estima-se uma perda de receita na ordem de R$ 173 bilhões/ano.


Na linha de exposição de fatos e motivos para justificar que “quem paga imposto são os assalariados” que tem o desconto do mesmo (imposto) pela fonte pagadora, sendo que os mais favorecidos financeiramente não pagam imposto, ou não pagam o que deveriam, pois recebem distribuição de lucros que é isenta de tributação, a lógica natural da abordagem é que para amenizar o impacto dessas perdas, os lucros distribuídos pelas empresas passem a ser tributados. Uma outra alternativa nessa mesma linha é a criação de faixa adicional na tabela do imposto de ordem com alíquota de 35%, buscando tributar os maiores rendimentos.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MAIS SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA

A conclusão a que se está chegando, quanto a proposta de alocar produtos a cesta básica nacional, produtos esses que terão alíquota zero do IVA (CBS + IBS), e principalmente, com foco na carne, é que

INFLAÇÃO

As projeções de inflação para 2024 e 2025, revistas pelo Ministério da Fazenda, indicam aumento de percentuais. Para 2024 a estimativa era de 3,7% e agora é de 3,9%, e para 2025 a estimativa era de 3,

SINAL POSITIVO NA ECONOMIA

A informação do Ministro da Fazenda, de que haverá, em termos orçamentários, com vistas a atender  o arcabouço fiscal, o bloqueio de R$ 11,2 bilhões, e o contingenciamento de R$ 3,8 bilhões do orçamen

Kommentare


bottom of page