Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

O EBITDA E OS EFEITOS DA VARIAÇÃO CAMBIAL

Sempre foi importante, mas atualmente essa importância tem relevância indiscutível, a análise de determinados  índices econômicos, ou indicadores,   relacionados aos números gerados  pelas demonstrações financeiras das empresas.

É importante entender, a informação trazida por esse resultado, por esse índice surgido daquela determinada análise, e  o seu impacto nas projeções operacionais e financeiras futuras do empreendimento. Fundamental ter convicção do que se está sendo analisado, se eficiência e produtividade, ou por exemplo, se esta em busca de analisar a liquidez do empreendimento.

O EBITDA (Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation and Amortization) é um exemplo interessante dessa avaliação, quando o tratamos, conceitualmente, como o lucro operacional no qual não agregamos os efeitos de custos e despesas não desembolsáveis. Dessa forma, o EBITDA identifica,  o potencial  gerador de caixa para a empresa com base  em sua “operação fim”, ou seja, com base em seus ativos operacionais, ou, os ativos relacionados diretamente a transação societária e fiscal que a empresa se propôs a realizar. Assim, devemos considerar que se a atividade fim da empresa é a industrialização e/ou a comercialização, as receitas financeiras e as despesas financeiras, em teoria, não estão inclusas como um produto que seja resultado da objeto fim da empresa, da sua operação societária e fiscal, ou seja, para essa análise específica quanto a eficiência e produtividade que é representada pelo EBITDA, não é relevante o resultado financeiro de aplicações referentes a sobra de caixa na empresa, ou, a forma pela qual se capta recursos financeiros quando necessários, o foco dessa análise (EBITDA) é avaliar o desempenho operacional da empresa.

O que é ponto de atenção, esta atrelado a necessidade clara de saber o efeito do índice analisado. Eficiência e produtividade podem não estar  diretamente relacionadas com liquidez e rentabilidade. Atualmente, o impacto da variação cambial é lastro que comprova essa colocação. Ao se analisar projeções de resultados operacionais e financeiros de determinados investimentos esses conceitos devem estar bem definidos e evidenciados nos resultados finais. É fato que muitos impactos financeiras trazidos às operações indicam, ao final,  resultados não favoráveis aos negócios, sendo importante ai, esclarecer e diferenciar a origem do que compromete esse resultado, se são aspectos  relacionados as questões operacionais (lucro operacional), ou, fatores “externos” a operação como o impacto de operações financeiras, entre elas a variação do câmbio.

É necessário cuidado ao analisar índices e/ou indicadores  econômicos considerando que um posicionamento final pode estar validando uma nítida falta de controle financeiro, ou, prejudicando um bom controle de resultado votado a eficiência e produtividade.

0 visualização

© 2020 por Grupo Bahia & Associados

  • LinkedIn Social Icon