top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

POSSIVEIS ALTERAÇÕES NO PIS E NA COFINS

O projeto que trata de possíveis alterações no PIS e na Cofins está em fase final de análise no Ministério da Fazenda. O setor de serviços poderá ser afetado de forma mais direta com o aumento de alíquotas ou com a alteração de forma de apuração. Segundo a Fazenda essa proposta visa, inclusive, diminuir a complexidade das formas atuais de apuração dessas contribuições.

A  última versão da proposta abria o precedente das empresa enquadradas no SIMPLES NACIONAL optarem pela apuração através do regime cumulativo (alíquota de 3,65% sem direito a créditos) ou regime não cumulativo (alíquota de 9,25% com possibilidade de créditos).

Para empresas não enquadradas no SIMPLES NACIONAL, basicamente as contempladas pelo Lucro Presumido, estuda-se o aumento de alíquotas. Nesse aumento poderemos ter alíquotas intermediárias entre 3,65% e 9,25%.

As empresas devem estar atentas a essas possíveis alterações para que possam assimilar rapidamente os efeitos das mesmas.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MAIS SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA

A conclusão a que se está chegando, quanto a proposta de alocar produtos a cesta básica nacional, produtos esses que terão alíquota zero do IVA (CBS + IBS), e principalmente, com foco na carne, é que

INFLAÇÃO

As projeções de inflação para 2024 e 2025, revistas pelo Ministério da Fazenda, indicam aumento de percentuais. Para 2024 a estimativa era de 3,7% e agora é de 3,9%, e para 2025 a estimativa era de 3,

SINAL POSITIVO NA ECONOMIA

A informação do Ministro da Fazenda, de que haverá, em termos orçamentários, com vistas a atender  o arcabouço fiscal, o bloqueio de R$ 11,2 bilhões, e o contingenciamento de R$ 3,8 bilhões do orçamen

Comentarios


bottom of page