top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

SETOR QUÍMICO

Aguarda-se para 2023 a regulamentação do REIQ – Regime Especial da Industria Química, que foi suspensão em 2022, e que propõe tratamento diferenciado do Pis e da Cofins nas operações com insumos petroquímicos e fornecimentos para as centrais petroquímicas.


A percepção do setor é que essa regulamentação amenizará, mas não resolverá os problemas vivenciados pelo mesmo, sendo ponto importante na avaliação a redução do custo das matérias primas.


O cenário atual fez com que a demanda interna de resina crescesse 1,8% no primeiro trimestre, as importações avançassem cerca de 42,7%, a produção recuou 17,4% e as exportações também apresentem recuo de 31%.


Alega-se que a redução do imposto de importação promovida no ano passado para alguns produtos do setor, trouxe mais problemas para a indústria nacional Outro ponto citado como fator de atenção, esta relacionado a questões estruturais, que originalmente tem como foco de consumo um derivado fundamental para o setor, a nafta, cujo custo de produção é 3,6 maior do que o custo da produção base no gás, de forma que localmente a nafta é 74% do custo de matéria prima de uso pelas petroquímicas, e em outros países esse custo é de 38%.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A NOVELA DA DESONERAÇÃO

Com efeitos imediatos, o  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin, atendeu a solicitação  do governo e do Congresso Nacional, suspendendo  por 60 dias a liminar que havia derrubado

PREÇO DE TRANSFERENCIA

Questão interessante chegou ao Judiciário. Uma empresa de São Paulo, obteve liminar na Justiça Federal, para não aplicar em suas operações, as novas regras de preço de transferência (transfer price).

Comments


bottom of page