top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

VAREJO RETEM MARGENS QUE OBJETIVAVAM ALCANÇAR A LUCRATIVIDADE

A alta da inflação em 2022, com maior ênfase no segundo semestre do ano, fez com que os comerciantes varejistas segurassem suas margens com foco na manutenção das vendas. Essa identificação ocorreu através do acompanhamento das ações de empresas desse ramo de atividade que possuem ações negociadas na Bolsa e Valores.


A expectativa, agora, é que haja a recomposição dessas margens para o segundo semestre de 2022. Um dos motivos para isso é o pagamento do auxílio Brasil no valor de R$ 600,00 até o final do ano.


Outros fatores como a possibilidade de redução dos gastos com frete, tendo em vista as reduções que estão sendo identificadas nos preços de combustíveis podem, também, impactar favoravelmente o resultado do setor varejista.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

REFORMA TRIBUTÁRIA

Temos realizado comentários quanto a questão relacionada a proposta original da reforma tributária de não aumento de carga tributária, e as análises atuais, que indicam, essa proposta não será cumprid

VAREJO

As vendas no varejo cresceram em abril, mas com crescimento abaixo do esperado. Apesar disso houve, também, a identificação  de busca ao alcance da meta considerando o aquecimento do mercado de trabal

Comments


bottom of page