Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

ICMS COMPONDO A BASE DE CALCULO DO PIS E DA COFINS

O Presidente do STF - Supremo Tribunal Federal, pautou para o dia 05 de dezembro de 2019 o julgamento dos embargos de declaração, propostos pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, quanto a decisão do STF que retirou o ICMS da base de cálculo do PIS e da Cofins.


O julgamento original, que causou e causa dúvidas quanto a aplicabilidade da decisão, ocorreu em março de 2017, sendo os embargos propostos no mês de outubro do mesmo ano. A decisão, na época indicou que o ICMS não deve compor a base de cálculo do PIS e da Cofins. Os embargos pleiteiam a modulação da decisão assim como questionam qual é o ICMS a ser retirado da base de cálculo do PIS e da Cofins, o da nota fiscal, ou o efetivamente recolhido.


Espera-se que no dia 05 de dezembro próximo, tenhamos a decisão da questão, que traz intranquilidade a contribuintes fator agravado pela demora nessa solução definitiva.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

COMPENSAÇÃO IRPJ/CSLL COM DÉBITOS PREVIDENCIÁRIOS

Através da Solução de Consulta COSIT (Coordenação Geral de Tributação) de numero 15/2021 a Receita Federal entendeu pela possibilidade de compensação de IRPJ e CSLL recolhidos por estimativa, com débi

© 2020 por Grupo Bahia & Associados

  • LinkedIn Social Icon