top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

A ALTA DA SELIC

O Banco Central aumentou a SELIC de 2,75% ao ano para 3,5% ao ano e já sinalizou uma nova alta de 0,75%. Esse posicionamento tem como objetivo manter sob controle a escalada da inflação. Observa-se com essa política do BACEN, quanto a termos o segundo aumento seguido da SELIC em 0,75%, e também já termos o aceno de mais um aumento na próxima reunião do COPOM (Comitê de Política Monetária do BACEN) chegando a SELIC a 4,25% ao ano, uma proposta de normalização de acompanhamento da SELIC com atenção voltada a, no primeiro plano, o controle da inflação suportando, em segundo plano, o processo de recuperação econômica, isso de acordo com a evolução da economia no cenário atual quanto a crise do corona vírus.


Assim, o primeiro ponto de atenção demonstrado pelo BACEN está relacionado ao controle da inflação, em especial para 2022. A inflação para 2022 é projetada em 3,4% o que esta em linha com a meta de acordo com as projeções realizadas, mas para que isso ocorra a estimativa é finalizar 2021 com a SELIC em 5,5% ao ano, e termos em 2022 a SELIC em 6,25% ao ano.


Esse ciclo de alta da SELIC, demonstrando nessa normalização quanto ao seu acompanhamento com foco no controle da inflação, pode ajudar a trazer maior estabilidade ao mercado de câmbio de acordo com a evolução da paridade do poder de compra.

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

REHIDRO

REHIDRO é o Regime Especial de Incentivos para a Produção de Hidrogênio de Baixa Emissão de Carbono, que concederá  em termos de beneficio fiscal,  crédito da CSLL para dedução de outros tributos fede

ASSUNTO PARA MANTER NO RADAR

Proposta de aumento da CSLL. O Governo Federal, tem como proposta para compensar  a manutenção da desoneração da folha de pagamento, o aumento da CSLL, aumento esse que seria aplicado com base em um g

Comments


bottom of page