top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

“ATIROU” NO PIS E NA COFINS E PODE ACERTAR NO IRPJ E NA CSLL

A proposta de Reforma Tributária do Governo federal, cuja primeira fase está focada na junção do PIS e da Cofins formando a CBS – Contribuição sobre Bens e Serviços, deve ser acompanhada pelas empresas, inclusive com relação a permanência, ou não, no regime de lucro presumido.

É normal ao se aproximar o final do exercício fiscal ( ano calendário) muitas empresas avaliarem a permanência em determinado regime de apuração de tributos relacionados ao seu resultado, ou, decidirem pela mudança de regime, desde que atendam as precondições para esse enquadramento. Analisam a previsão de resultado real “versus” a presunção legal de lucro para a indústria ou para o comércio com base na alíquota de 8% da receita bruta, ou, essa mesma presunção com base em 32% da receita bruta para as atividades do setor de serviços.

Agora, com a proposta da CBS uma avaliação adicional deve ser realizada, associada ao montante de carga tributária em uma e em outra situação, considerando que evoluindo as discussões sobre a CBS, uma das  alíquotas a ser considerada na avaliação do resultado do negócio não será mais 3,65% e sim 12%, ou seja, temos ai uma figura nova em termos de redutor de receita para fins de análise gerencial e societária.

Essa avaliação pode fazer com que para algumas empresas de serviços a melhor opção não seja mais o lucro presumido. Importante considerar que uma possível mudança para o lucro real, deve ter suporte em ações proativas de controle e de gestão organizacional por característica de gastos, controles esses que muitas vezes não ocorrem nas empresas enquadradas no lucro presumido.

Aliás, era uma avaliação antiga do Ministério da Economia restringir o enquadramento de empresas no lucro presumido, o que parece pode ocorrer, se a CBS evoluir em termos de análise, aprovação e efetivo uso.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

REHIDRO

REHIDRO é o Regime Especial de Incentivos para a Produção de Hidrogênio de Baixa Emissão de Carbono, que concederá  em termos de beneficio fiscal,  crédito da CSLL para dedução de outros tributos fede

ASSUNTO PARA MANTER NO RADAR

Proposta de aumento da CSLL. O Governo Federal, tem como proposta para compensar  a manutenção da desoneração da folha de pagamento, o aumento da CSLL, aumento esse que seria aplicado com base em um g

Comments


bottom of page