Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

e-SOCIAL ATUALIZAÇÕES

Resolução numero 4 do Comitê do e-Social autorizou as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais a fazerem parte do e-Social a partir do próximo mês de novembro. Para os microempreendedores individuais importante considerar as obrigações relacionadas ao e-Social para aqueles que tiverem empregado.

Conforme nosso informativo de 08/09/20166 o e-Social passou a ser obrigatório a partir de 01/01/2018 para os empregadores com faturamento em 2016 acima de R$ 78 M (setenta e oito milhões de reais) e a partir de 01/07/2018 para as demais empregadores, com exceção, agora, das micros e pequenas empresas e dos microempreendedores individuais.

Para as empresas com faturamento acima de R$ 78 M o cronograma de implantação esta sendo o seguinte:

-primeira fase – janeiro de 2018 – apresentar informações referentes a empresa, ou, informações referentes aos dados cadastrais da empresa empregadora e das tabelas informativas;

-segunda fase – março de 2018 – empresas obrigadas a encaminhar informações referente aos trabalhadores e a vinculação laboram com os mesmos (exemplo: admissões, desligamentos, afastamentos, etc.....);

-terceira fase – maio de 2018 – obrigatoriedade do envio de informações referente a folha de pagamento;

-quarta fase – julho de 2018 - substituição da Guia de Informação da Previdência Social (GFIP) pelo e-Social e aplicação da chamada compensação cruzada (possibilidade de compensação de valores retidos);

-quinta fase – janeiro de 2019 – envio de dados de segurança e de saúde do trabalhador através do e-Social

Para as empresas com faturamento até R$ 78 M o cronograma de implantação será o seguinte:

-primeira fase – julho de 2018 – apresentar informações referentes a empresa, ou, informações referentes aos dados cadastrais da empresa empregadora e das tabelas informativas;

-segunda fase – setembro de 2018 – empresas obrigadas a encaminhar informações referente aos trabalhadores e a vinculação laboram com os mesmos (exemplo: admissões, desligamentos, afastamentos, etc.....);

-terceira fase – novembro de 2018 – obrigatoriedade do envio de informações referente a folha de pagamento;

-quarta fase – janeiro de 2019 - substituição da Guia de Informação da Previdência Social (GFIP) pelo e-Social e aplicação da chamada compensação cruzada (possibilidade de compensação de valores retidos);

-quinta fase – janeiro de 2019 – envio de dados de segurança e de saúde do trabalhador através do e-Social

Os MEIs (microempreendedores individuais) deverão disponibilizar informações a partir de setembro/2018 através da plataforma simplificada que será disponibilizada para preenchimento automático de informações.

Veja em nosso site no link “imprensa” informativo de 15/02/2018 abordagem na qual buscamos demonstrar vinculação das três informações DCTFWeb, e-Social, e e-REINF.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A Instrução Normativa RFB de número 2082/2022 prorrogou os prazos de entregas de ECD - Escrituração Contábil Digital, e ECF - Escrituração Contábil Fiscal para as informações referente a 2021. Os novo

O Secretário Especial da Receita Federal do Brasil, anunciou hoje (18/maio/22) em evento patrocinado pelo CFC – Conselho Federal de Contabilidade, que a entrega da ECD – Escrituração Contabil Digital

Está em estudo na Câmara do Deputados em Brasília, uma proposta cujo objetivo é reduzir o custo das empresas para o atendimento das chamadas obrigações acessórias de natureza fiscal e tributária nos