top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

e-SOCIAL ATUALIZAÇÕES

Resolução numero 4 do Comitê do e-Social autorizou as micro e pequenas empresas e os microempreendedores individuais a fazerem parte do e-Social a partir do próximo mês de novembro. Para os microempreendedores individuais importante considerar as obrigações relacionadas ao e-Social para aqueles que tiverem empregado.

Conforme nosso informativo de 08/09/20166 o e-Social passou a ser obrigatório a partir de 01/01/2018 para os empregadores com faturamento em 2016 acima de R$ 78 M (setenta e oito milhões de reais) e a partir de 01/07/2018 para as demais empregadores, com exceção, agora, das micros e pequenas empresas e dos microempreendedores individuais.

Para as empresas com faturamento acima de R$ 78 M o cronograma de implantação esta sendo o seguinte:

-primeira fase – janeiro de 2018 – apresentar informações referentes a empresa, ou, informações referentes aos dados cadastrais da empresa empregadora e das tabelas informativas;

-segunda fase – março de 2018 – empresas obrigadas a encaminhar informações referente aos trabalhadores e a vinculação laboram com os mesmos (exemplo: admissões, desligamentos, afastamentos, etc.....);

-terceira fase – maio de 2018 – obrigatoriedade do envio de informações referente a folha de pagamento;

-quarta fase – julho de 2018 - substituição da Guia de Informação da Previdência Social (GFIP) pelo e-Social e aplicação da chamada compensação cruzada (possibilidade de compensação de valores retidos);

-quinta fase – janeiro de 2019 – envio de dados de segurança e de saúde do trabalhador através do e-Social

Para as empresas com faturamento até R$ 78 M o cronograma de implantação será o seguinte:

-primeira fase – julho de 2018 – apresentar informações referentes a empresa, ou, informações referentes aos dados cadastrais da empresa empregadora e das tabelas informativas;

-segunda fase – setembro de 2018 – empresas obrigadas a encaminhar informações referente aos trabalhadores e a vinculação laboram com os mesmos (exemplo: admissões, desligamentos, afastamentos, etc.....);

-terceira fase – novembro de 2018 – obrigatoriedade do envio de informações referente a folha de pagamento;

-quarta fase – janeiro de 2019 - substituição da Guia de Informação da Previdência Social (GFIP) pelo e-Social e aplicação da chamada compensação cruzada (possibilidade de compensação de valores retidos);

-quinta fase – janeiro de 2019 – envio de dados de segurança e de saúde do trabalhador através do e-Social

Os MEIs (microempreendedores individuais) deverão disponibilizar informações a partir de setembro/2018 através da plataforma simplificada que será disponibilizada para preenchimento automático de informações.

Veja em nosso site no link “imprensa” informativo de 15/02/2018 abordagem na qual buscamos demonstrar vinculação das três informações DCTFWeb, e-Social, e e-REINF.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A NOVELA DA DESONERAÇÃO

Com efeitos imediatos, o  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin, atendeu a solicitação  do governo e do Congresso Nacional, suspendendo  por 60 dias a liminar que havia derrubado

PREÇO DE TRANSFERENCIA

Questão interessante chegou ao Judiciário. Uma empresa de São Paulo, obteve liminar na Justiça Federal, para não aplicar em suas operações, as novas regras de preço de transferência (transfer price).

Comments


bottom of page