Buscar
  • Grupo Bahia & Associados

O COMPORTAMENTO DA SELIC

Ao longo dos anos 2011 a 2020 a variação da taxa básica de juros chama a atenção, sua variação foi de 10,75% no início para atuais 2%, agora, no final de 2020.


Essa variação e o momento atual da economia, indicam uma próxima década com a oscilação dessa taxa, ainda abaixo da que foi identificada na década atual. O histórico recente da SELIC teve para a década 2001 a 2010 o percentual de 15,6% e para a década 2011 a 2020 o percentual de 9,3%.


Essa queda da taxa básica de juros foi identificada em vários países que estruturalmente, em 2011, eram considerados desenvolvidos e já tinham taxa de juros abaixo de 5%.


As economias desenvolvidas estimam que a queda dos juros devem ter mais alguns anos de sequência, pois essa tendencia não estimula, no momento, riscos inflacionários, ou seja, há clara percepção de que os juros devem continuar abaixo da inflação durante os próximos anos.


Importante que essa tendencia se refletisse em todas as remunerações monetárias para possíveis linhas de créditos disponibilizados ao mercado, isso juntando-se com outras alternativas de operacionalização e formas de disponibilização do mesmo, como o PIX e outras propostas de identidade digital que possam reduzir toda a estrutura componente dessa taxa de remuneração utilizada pelo mercado financeiro.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

POSSIBILIDADE DE UM NOVO REFIS

Discute-se no Legislativo Federal, a proposta de um novo programa de refinanciamento de dívidas tributárias (REFIS). A proposta original é do Senado que sugere uma graduação para a concessão do refin

PRESERVAÇÃO DOS BENEFÍCIOS DA LEI DE INFORMÁTICA

Em marco/2021 o Congresso promulgou a PEC (Proposta de Emenda a Constituição) de numero 186/2019 que permitiu ao Governo, pagar, em 2021 o auxilio emergencial no montante de R$ 44 bilhões focando os m