top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

O FIM DA CULTURA DOS PARCELAMENTOS E A POSSIBILIDADE DE ATUALIZAR VALOR DE IMÓVEIS NO IRPF

Uma das propostas do Ministério da Economia para ser analisada em conjunto, ou como parte, da reforma tributária, é a chamada “transação tributária”, base em mecanismo que permite ao Fisco e ao Contribuinte buscarem, em conjunto, soluções para os seus problemas relacionados a falta de recolhimento de impostos, ou, outros problemas de natureza tributária.


A Lei de número 13988 de abril/2020 já trata do assunto e na avaliação do Ministério esta alcançando seu objetivo. Trabalha-se com a ideia dos Contribuintes acertarem suas pendencias de recolhimento de tributos federais até a entrada em vigor da reforma tributária, ou, no menor espaço de tempo possível, objetivando essa nova cultura de não incentivar programas amplos de parcelamento.


Nesse novo escopo poderemos ter como parte da negociação direta Fisco X Contribuinte inclusive as pendencias relacionadas ao FUNRURAL.


Também estuda-se a possibilidade de autorizar a atualização de valores de imóveis que a pessoa física informa para a Receita Federal através de sua declaração de imposto de renda, o que invariavelmente, em transação de venda com o mesmo (imóvel) gera imposto sobre o ganho de capital, só que para isso, a proposta é a cobrança de taxa por essa “revalorização”, comentando-se, atualmente, que a mesma pode ser de 5% sobre o valor da atualização.

8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

REFORMA TRIBUTÁRIA

Temos realizado comentários quanto a questão relacionada a proposta original da reforma tributária de não aumento de carga tributária, e as análises atuais, que indicam, essa proposta não será cumprid

VAREJO

As vendas no varejo cresceram em abril, mas com crescimento abaixo do esperado. Apesar disso houve, também, a identificação  de busca ao alcance da meta considerando o aquecimento do mercado de trabal

Comments


bottom of page