top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

TRANSFERENCIAS DE MERCADORIAS - ICMS

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou, emenda ao projeto cuja proposta é eliminar a cobrança de ICMS sobre a circulação de mercadorias que tenham movimentação de depósito localizado em determinado Estado e se destinem ao ponto de venda da mesma empresa, porém localizado em outro Estado.


A oficialização do tema consta no Projeto de Lei do Senado de número 332/2018. Após idas e vindas em termos de avaliações em comissões, houve recentemente a aprovação de texto final, propiciando a chance do projeto voltar a ser analisado em Plenário. O ponto em análise diz respeito a não ocorrer operação mercantil, nem fato gerador de ICMS quando temos apenas a movimentação física de produtos entre estabelecimentos do mesmo proprietário, observando-se que será mantido o crédito tributário em favor do titular, sob o risco de que sem essa previsão legal os créditos de operações anteriores deverão ser estornados pelo proprietário do estabelecimento.


Importante considerar na analise a questão do princípio da territorialidade, ou seja, a transferência da mercadoria não será fato gerador do ICMS, mantendo-se o crédito do imposto no Estado remetente, já no Estado destinatário quando da venda dessa mercadoria, teremos o recolhimento do imposto, mas o crédito foi mantido no Estado remetente, de forma que com isso, torna-se fundamental esclarecer o operacional quanto ao princípio constitucional da não cumulatividade do ICMS

18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

MAIS SOBRE A REFORMA TRIBUTÁRIA

A conclusão a que se está chegando, quanto a proposta de alocar produtos a cesta básica nacional, produtos esses que terão alíquota zero do IVA (CBS + IBS), e principalmente, com foco na carne, é que

INFLAÇÃO

As projeções de inflação para 2024 e 2025, revistas pelo Ministério da Fazenda, indicam aumento de percentuais. Para 2024 a estimativa era de 3,7% e agora é de 3,9%, e para 2025 a estimativa era de 3,

SINAL POSITIVO NA ECONOMIA

A informação do Ministro da Fazenda, de que haverá, em termos orçamentários, com vistas a atender  o arcabouço fiscal, o bloqueio de R$ 11,2 bilhões, e o contingenciamento de R$ 3,8 bilhões do orçamen

Comments


bottom of page