top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

IPCA

Mesmo com a desaceleração do IPCA no mês de abril não tivemos a animação dos especialistas que acompanham as variações dos índices econômicos quanto a melhora dos mesmos. O avanço dos preços em geral não é um bom indicador para o consumo seja de bens relacionados a indústria, ou, a prestação de serviços. Em 12 meses o acumulado do IPCA bate em 12,13%, sendo que a quase uma década não chegávamos a esse patamar.


A questão é que, de forma geral, não temos sinais que possam ser considerados positivos quanto aos parâmetros de acompanhamento desse índice, ou seja, as avaliações são de uma inflação decentralizada e abrangente, afetando vários produtos, serviços, e vários setores da economia, o que dificulta seu controle.


Mesmo assim as perspectivas de resultados das empresas para o segundo trimestre (todo primeiro semestre), principalmente para o comércio e serviços são de otimismo. Trata-se de uma batalha interessante, os índices como o IPCA, não são dos melhores, mas setores da economia trazem otimismo pelo volume de operações.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

REFORMA TRIBUTÁRIA

Temos realizado comentários quanto a questão relacionada a proposta original da reforma tributária de não aumento de carga tributária, e as análises atuais, que indicam, essa proposta não será cumprid

VAREJO

As vendas no varejo cresceram em abril, mas com crescimento abaixo do esperado. Apesar disso houve, também, a identificação  de busca ao alcance da meta considerando o aquecimento do mercado de trabal

Kommentare


bottom of page