top of page
Buscar
  • Foto do escritorGrupo Bahia & Associados

REGIME ESPECIAL DA INDUSTRIA QUÍMICA – REIQ

Atualizado: 9 de mar. de 2021

A primeira avaliação é que o fim do REIQ pode acelerar o fechamento de operações industriais locais de empresas que atuam no setor.


Ponto apresentado como crucial para essa primeira avaliação pessimista, tem relação com a falta de competitividade da indústria local considerando o aumento de custo de matérias primas consumidas nos processos de manufatura dessas industrias. A estimativa de aumento é da ordem de 3%, assim insumos do setor que tinham preço mais acessível no exterior passam a ter essa vantagem mais acentuada, isso de forma direta, pois as importações também serão afetadas com o fim do REIQ, tendo outros componentes do custo Brasil a serem considerados para se ter a disponibilização dos produtos em linha de produção ou estoque para comercialização. Assim, mesmo considerando a não cumulatividade das contribuições, o efeito caixa, e mais os gastos com o custo local da operação, torna-se prudente readequar a estimativa de aumento de 3% para até 5%.


O término do REIQ, em termos práticos, fará com que o PIS e a Cofins para os produtos até então contemplados no Regime tenham alíquotas somadas das duas contribuições chegando a 9,25%, ou seja, as alíquotas dos produtos beneficiados eram de PIS = 1% e Cofins = 4,6%, sendo a alíquota consolidada de 5,6%, agora, ela (alíquota consolidada) passará a ser de 9,25%.


A importância do setor químico na economia é fragrante e indiscutível, e sem dúvida o fim do Regime Especial para as Industrias Químicas trará impacto em outros setores. Exemplo atual, tendo em vista a pandemia e a crise econômica, é o não atendimento da demanda para alguns tipos de embalagem, inclusive de plásticos e assemelhados. O aumento de custo de produção poderá agravar a situação.


Enfim, empresas não só do setor químico, mas de outros setores que utilizam em sua produção e comercialização insumos químicos e petroquímicos, já estão revendo seus orçamentos para 2021 decorridos pouco mais de 60 dias do início do exercício.


Agilidade em recálculos, reanálises, reavaliações, e identificação de alternativas passam a ser, de forma mais incisiva, “a bola da vez” na gestão das empresas do setor e de empresas usuárias de matérias primas produzidas pelo setor químico.

58 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

A NOVELA DA DESONERAÇÃO

Com efeitos imediatos, o  ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Cristiano Zanin, atendeu a solicitação  do governo e do Congresso Nacional, suspendendo  por 60 dias a liminar que havia derrubado

PREÇO DE TRANSFERENCIA

Questão interessante chegou ao Judiciário. Uma empresa de São Paulo, obteve liminar na Justiça Federal, para não aplicar em suas operações, as novas regras de preço de transferência (transfer price).

Comments


bottom of page